Erp Público - Patrimônio

Prevendo as rotinas necessárias ao bom funcionamento da administração do patrimônio, o sistema Administração de Bens Patrimoniais controla eficazmente a utilização, manutenção, localização e troca do bem público. O Administração de Bens Patrimoniais proporciona total controle dos bens, uma vez que todas as etapas de utilização são documentadas. As entregas, transferências ou baixas são regulamentadas com Termos de Responsabilidades tornando os funcionários responsáveis pelos bens que estão utilizando. O sistema conta com parâmetros para reavaliação e depreciação automáticos e ainda possibilita saber o momento exato da substituição e alienação dos bens.

Principais Benefícios:

  • Inclusão automática dos bens patrimoniais (material permanente) cadastrados no almoxarifado;
  • Leitor de etiquetas via palm para facilitar a conferência dos bens;
  • Possibilita anexar imagens ao bem, podendo ser nota fiscal, foto do bem etc.;
  • Controle de garantia dos bens patrimoniais;
  • Duplicação de bens para facilitar o cadastro de bens iguais;
  • Transferência coletiva;
  • Localização rápida dos bens;
  • Codificação do bem através de código de barras automático emitido pelo sistema;
  • Controle de bens em conjunto que são formados pela associação de vários bens;
  • Cadastro único para bens móveis, imóveis, semoventes ou conjunto de bens;
  • Controle da manutenção dos bens de forma preventiva e corretiva evitando assim gastos maiores com o patrimônio;
  • Conhecimento do valor real dos bens patrimoniais;
  • Contabilização automática dos movimentos efetuados pelo sistema mensalmente.

Diferenciais:

  • Tombamento automático de bens permanentes que dão entrada no almoxarifado quando integrado;
  • Depreciação e reavaliação através de fórmulas e agrupamentos;
  • Controle de manutenção e reparos nos bens patrimoniais;
  • Cadastro de várias tabelas, como por exemplo: fornecedor, almoxarifado, local, produtos etc.;
  • Cadastro das parametrizações de gastos previstos com a manutenção de cada bem;
  • Cadastro de bens patrimoniais constando dados acerca de: valor de aquisição e atualização, localização, estado de conservação e itens que compõem o bem;
  • Codificação dos bens com identificação interna ou externa em código de barra;
  • Distribuição do bem com Termo de Responsabilidade descriminando o setor e funcionário;
  • Agregação de bens com outros bens, quando necessário, facilitando a localização do mesmo;
  • Transferência dos bens entre secretarias, locais e dentro do próprio setor com módulo de controle interno de transferências de responsabilidade do patrimônio;
  • Devolução dos bens transferidos no próprio módulo de transferência ou entre setores;
  • Baixa de bens ou empréstimo de bens para futura devolução;
  • Reavaliação dos bens automaticamente por valorização ou depreciação, levando em conta o valor de mercado, cultural, social etc.;
  • Emissão de Termos de Responsabilidades por secretaria, local ou bem individual;
  • Relatório de entrada de bens, transferências e devoluções ou baixas;
  • Emissão de balancetes por secretaria, divisão, seção, local ou conta contábil patrimonial;
  • Emissão de controle de gastos para a manutenção dos bens;
  • Emissão de etiquetas em código de barras para anexar ao bem;
  • Gráfico com custos mostrando quais os locais/ secretarias que mais gastam em manutenção de bens;
  • Gráfico demonstrando os locais com maior incidência de extravio de bens;
  • Gráfico demonstrando qual o total de bens por secretaria, local e conta contábil.


Solicite um contato